Faz parte da cultura da Labbo entender e implantar na rotina de nossos clientes as novidades de Marketing Digital. Para acompanhar as mudanças constantes no perfil dos consumidores digitais, as ferramentas estão sempre evoluindo, e nós monitoramos tudo de pertinho.

Em 2019, por exemplo, teremos o uso da Inteligência Artificial, da análise complexa de Big Data e do aperfeiçoamento na jornada de consumo como algumas das principais tendências. Abaixo citamos alguns movimentos interessantes que já estamos de olho.  

 

Automação e Inteligência Artificial

“Automação” é um termo utilizado para batizar sistemas automáticos de controle e métricas. Em outras palavras, ferramentas que efetuam medições, estratégias e trabalham sem a interferência humana. A Automação de Marketing Digital já é uma realidade e vem proporcionando resultados surpreendentes na gestão de mailing, relacionamento com cliente através de chatbots e na inteligência das interfaces de busca.     

Esqueça aquele conceito hollywoodiano de Inteligência Artificial (IA): as máquinas chegaram para facilitar o trabalho, não para a dominação mundial. Com o avanço da IA, surgem novos softwares otimizadores de tarefas para diversas ações de marketing.

No dia a dia do profissional de marketing é fundamental ter o controle destas ferramentas. A produtividade pode subir para 85%, segundo a pesquisa da Vanson Bourne. Portanto é sempre interessante analisar propostas de software pagos que prometem potencializar seus canais de comunicação. Por exemplo, o assistente de atendimento da IBM – o Watson Costumer Care. Líder em inovação no mercado de inteligência artificial, a IBM se propõe a:

1) Reduzir custo com suporte: através de interações diretas com os clientes pelo Watson;

2) Melhorar a satisfação: resolução instantânea de problemas de forma personalizada;

3) Otimizar tempo: implementa o agente virtual em até 4 semanas para auxiliar na sua atuação.

 

Jornada de compra cada vez mais digital, detalhada e precisa

Jornada de compra é um conceito que não sai de moda no marketing digital. A novidade é que em 2019 as redes sociais irão aumentar ainda mais a sua participação nas etapas de decisão de compra. Com este processo se tornando gradualmente digital o acompanhamento do cliente, levantamento de dados e perfis de compradores poderão ser mapeados com precisão cirúrgica.

As próprias plataformas, como Facebook, Whats App e Instagram, estão se adaptando para estreitar o processo e efetuar vendas através da timeline. É neste ponto que os profissionais de marketing precisam estar preparados: elaborando conteúdos específicos, selecionando com precisão os alvos da suas campanhas e ajustando suas buyer personas. Estamos diante de mais uma transformação no consumo.

Neste sentido o ROI – Retorno sobre Investimento – irá aumentar. Afinal, teremos à disposição ferramentas e capacidade aumentada para medição de performance. A tendência é que o orçamento para redes sociais aumente exponencialmente.

A famosa Big Data é uma realidade

A análise de Big Data está mudando a forma da comunicação. A previsão é de que haja uma democratização da informação nos próximos anos, ou seja, a transparência de dados e seus usos. Na prática o Big Data auxilia na tomada de decisão sobre qual técnica de marketing digital deve ser utilizada para impactar determinado público. Através dele podemos descobrir insights, analisar uma complexa rede de dados e orientar campanhas com precisão.

Em um futuro bem próximo toda tomada de decisão terá como base uma “big data analytics”. Tenha isso em consideração antes de lançar a sua próxima grande campanha.

 

Vídeo, streaming e a realidade virtual

Há algum tempo o vídeo é a melhor plataforma para performar em rede sociais como o Facebook. Uma parcela significativa do público prefere assistir a um vídeo do que desprender 5/7 minutos em um artigo (como esse). É importante ter em mente quando usar cada ferramenta.

Além das composições audiovisuais de conteúdo, outra tendência em vídeo é o streaming. O entusiasmo e a improvisação das transmissões ao vivo criam um vínculo emocional com seus telespectadores. Ou seja, se tem apelo emocional, tem engajamento. O público normalmente é motivado a interagir com a live, ganhando espaço na timeline e promovendo um uso exponencial do algoritmo das redes sociais.

Já a realidade aumentada e a realidade virtual são tendências que começaram a ganhar espaço no marketing digital. Se até pouco tempo eram utilizadas em mercados específicos, hoje a tecnologia ganha popularidade por três fatores: 1) potencial de inovação e ideias possíveis na plataforma; 2) grande número de desenvolvedores que estão atuando no campo e 3) campanhas de grandes marcas como o Natal da Coca Cola começaram a surgir em 2018. É bom ficar de olho começar a pensar a aplicação da realidade aumentada no seu dia a dia.

Estas são as novidades que a Labbo está projetando para o mercado de Marketing Digital em 2019. Nós já estamos estudando e imergindo em todas elas. Recomendamos você a fazer o mesmo. Entre em contato, vamos conversar!