O Google está sempre passando por constantes mudanças. É comum a empresa lançar novidades, tanto na área das buscas como dentro da própria corporação. No entanto, dois fatos recentes chamaram a atenção das pessoas. O primeiro foi o anúncio da criação da holding Alphabet, que será a responsável por coordenar todas as empresas que antes estavam sob a tutela do Google. O objetivo, segundo os executivos por trás da operação (executivos que pertencem ao quadro do gigante de buscas) é que dessa maneira o Google possa “se concentrar” exclusivamente nas buscas, deixando a área de experimentos e inovações para outras empresas da Alphabet, que poderão investir força total nesses objetivos.
 

O que podemos aprender dessa história? A lição aqui é: líderes de mercado sempre se atualizam para permanecer na liderança.
A criação da Alphabet foi o primeiro fato que chamou a atenção das pessoas. E o segundo fato é ainda mais recente: a modernização do logo do Google, que escolheu uma fonte que não é serifada, com pegada mais moderna. Além do logo, foi lançado também um “G”, que traz todas as cores do buscador. E o por quê dessa mudança? Para melhorar a visualização do logo em dispositivos móveis, ou seja, uma mudança focada no design responsivo.

Todo esse contexto é imprescindível para o artigo de hoje, que fala sobre estratégias de SEO para sites e E-commerces. A primeira recomendação é que você use os argumentos acima sempre que encontrar barreiras entre os profissionais da sua empresa, que não entendem o motivo de investir na qualidade do site, portal ou e-commerce da empresa. Está aí a prova do Google, mostrando claramente que se você investir em um design moderno e responsivo pode melhorar ainda mais a visão que as pessoas têm da sua marca. E esse nem é o argumento mais importante.

Colocamos, portanto, em forma de lista, dicas e ensinamentos úteis para estratégias de SEO para sites e E-commerces.
 

1. Palavras-chave são importantes. Mas não são tudo.
O Google analisa uma série de fatores para delimitar quais sites estarão no topo das buscas. E conforme ele mesmo já mostrou (criando uma versão reduzida do logo), ser responsivo é fundamental. Esse fator, em buscas feitas pelo celular, é decisivo (leia mais clicando aqui)
 

2. Seja rápido.
Você já notou como o Google mostra o tempo que ele usou para entregar a você os resultados das buscas? Por exemplo: pesquisamos “Labbo” e em 0,31 segundos já estavam disponíveis aproximadamente 165 mil resultados. É importante notar que essa cronometragem não é à toa: diversos experimentos e estatísticas mostram que quando mais rápido seu site carregar, maiores as chances da pessoa fechar uma compra ou permanecer por mais tempo navegando. O que você deve fazer, portanto? Trabalhar junto com a equipe de TI para otimizar a velocidade de carregamento do seu site ou E-commerce.
 

3. Imagens não falam mais do que palavras?
Essa máxima também vale para SEO em sites e E-commerces. Salve as imagens com as palavras-chave que você quer usar. Use também esses termos na legenda das fotos. Esse é um meio rápido e eficiente para melhorar sua posição na busca orgânica.
 

Primeiro planeje, depois coloque em prática.
Trace com cuidado a sua estratégia, para não ser banido pelo Google. O gigante de buscas não gosta de ser “enganado”. E nesse caso, estamos falando de uso abusivamente repetitivo de palavras-chave, bem como sinônimos. Por isso, não crie no improviso a sua estratégia digital, correndo assim o risco de conseguir exatamente o oposto do que almejava.

Caso precise, conte com o suporte da Labbo, que é especialista em estratégias digitais e está pronta para fazer SEO para seu site ou portal. Até a próxima!

#Anúncios para dispositivos móveis #design moderno #dispositivos móveis #E-commerces #Estratégias de SEO #SEO