Um grande número de profissionais ganhou posições de destaque em cargos de Marketing Digital devido à experiência que acumularam na área. Muitos deles não possuem uma formação tradicional/acadêmica, até porque na época em que o Marketing Digital nasceu os conhecimentos eram formados de forma empírica, a partir de tentativa e erro. Com o passar dos anos, o Marketing Digital se profissionalizou, levantando o interesse de diversos estudiosos, que se dedicaram a teorizar e aprimorar diversas técnicas.

Separamos o artigo de hoje para explicar as duas vertentes que existem de Marketing Digital, tanto a teórica quanto a prática. Focamos esses ensinamentos em uma área específica, a do comércio eletrônico. Para que você se situe, as duas primeiras dicas são fruto da experiência de renomados nomes do setor, sendo as dicas finais resultado do estudo aprofundado dos maiores teóricos do Marketing Digital.

1 canais
 

1. Canais próprios de relacionamento
Não há mais estratégias gratuitas ou plataformas sem custo atualmente. Cada clique é pago e os planos de marketing digital que seguem adiante com sucesso recebem investimento para aumentar o número de visualizações (de vídeo ou de posts) e de visitas (a fanpage ou ao site).

Saber adequar os seus objetivos aos pontos fortes de cada plataforma (criando assim canais próprios e personalizados de relacionamento com o consumidor) é essencial.

2 mensagem
 

2. Mensagens personalizadas
Na mídia de massa, quanto mais genérica uma mensagem, melhor. Já na internet, onde é possível segmentar o público por uma dezena de critérios, quanto mais específica uma mensagem, melhor.

A dica é, portanto, conhecer muito bem seu público e fazer a redação das suas peças pensando como se elas fossem um diálogo, e não um discurso.

3 remarketing
 

3. Remarketing
Os estudiosos indicam que é preferível investir em estratégias digitais para quem já conhece seu produto/serviço. Isso é possível a partir do uso dos cookies, ou seja: o próprio gerenciador de publicidade on-line publica sua mensagem apenas para pessoas que já fizeram uma busca ou entraram no seu site.

Para facilitar, lembre-se: REmarketing é REforço. Ou seja: aproveita-se a intenção de compra em aberto para persuadir o consumidor, estimulando-o a fechar o processo que ficou em aberto.

4email
 

4. E-mail marketing
Sim, ele ainda existe. E sim, ele funciona. A opinião de alguns estrategistas é que o formato do e-mail marketing é falho. O que acontece, explicam os estudiosos, é que a estratégia ainda é boa, mas a tática é mal feita.

Os três erros mais frequentes são:

  1. empresas enviam e-mails com termos que facilitam o encaminhamento automático para a caixa de SPAM;
  2. empresas enviam e-mails com formatos de imagem que não abrem corretamente, desviando a atenção e o interesse do consumidor;
  3. empresas criam bom conteúdo apenas na parte interna, esquecendo de investir em uma boa chamada no assunto (o que faz o consumidor querer abrir a mensagem). Evite esses erros frequentes para atingir maior sucesso com seus e-mails marketing.

A Labbo atua em Marketing Digital, oferecendo soluções personalizadas para cada cliente, não importando se a operação dele é enxuta ou complexa. Entre em contato e saiba mais.

 

#e-mail marketing #Estratégias de E-commerce #estratégias de marketing digital #Labbo #marketing digital #potencializar e-commerce #publicidade online #remarketing