O E-mail Marketing é o formato que mais ajuda a criar oportunidade de venda para lojas virtuais. No entanto, ao mesmo tempo em que ele é mocinho, também é vilão. Isso porque muitas peças desse tipo são criadas com estratégias duvidosas, que acabam atingindo um objetivo totalmente oposto ao esperado: irritam o consumidor, em vez de surpreendê-lo ou agradá-lo.

Para que você acerte sempre ao enviar seus e-mails marketing, criamos essa lista com os passos fundamentais para a implementação de um bom relacionamento com o consumidor, a partir do marketing direto. Siga com atenção e boa sorte!
 

1. Crie em formatos amigáveis para qualquer tamanho de tela.
Lembre-se sempre de que a diagramação deve ser atraente para os olhos e a leitura, fácil.
 

2. Fique atento à frequência do disparo dos e-mails.
Como diz o velho jargão, “menos é mais”. Foque em qualidade e não em quantidade. Até porque o consumidor fica confuso ao ver tantos e-mails seus na caixa postal, em apenas um dia.

Lembre-se também de que inundar a caixa de e-mail dos consumidores traz apenas dois resultados: ficará provado que suas ofertas “imperdíveis” não são tão imperdíveis assim, além de que as mensagens poderão ser classificadas como lixo eletrônico, nem chegando ao destinatário.
 

3. Incentive as vendas a partir de um planejamento.
Crie uma estratégia de disparo de e-mail com itens que foram abandonados no carrinho de compras antes da venda ser efetuada. Muitos consumidores desistem no último momento e se você fizer uma segunda investida, com um e-mail mostrando o produto – fazendo assim o consumidor repensar na oportunidade – o sucesso estará mais próximo.
 

4. Assunto é tudo.
O assunto do e-mail é fundamental. Um assunto que não chama a atenção e se mistura às mensagens de todas as outras empresas que estão tentando vender algo é fracasso na certa.

Como referência, analise os títulos das palavras do TED – circuito que traz seminários curtos e relevantes (disponível no YouTube). Os títulos dessas apresentações são sempre muito convidativos, sendo quase impossível não clicar.
 

5. Invista na sua própria base de dados
Evite comprar uma lista de e-mails. Em curto prazo pode parecer uma opção tentadora, mas é muito difícil que as pessoas ali cadastradas estejam interessadas especificamente no seu produto/e-commerce. Mesmo que sua loja esteja dando os primeiros passos, vale mais a pena investir e criar do zero uma lista de e-mails confiável do que arriscar enviar sua importante mensagem para vários destinatários desconhecidos.
 

6. Aumente sua base de clientes cadastrados
Depois de ler o tópico 5, você deve estar se perguntando: e como eu poderia fazer com que as pessoas cadastrassem seus e-mails na minha loja virtual?

O segredo é: recompensa. Todo mundo sempre gosta de ganhar algo em troca. Nesse caso, a melhor solução é desconto. Veja quanto você pode dar de desconto sem sair prejudicado e dê esse benefício para clientes que se cadastrarem, dizendo que eles receberão no e-mail o cupom com desconto para a primeira compra.

Gostou da leitura? Esperamos que sim. A Labbo é especialista não apenas em e-mail marketing, mas em várias estratégias digitais que podem potencializar o seu e-commerce. Entre em contato e saiba mais!

 

#E-Commerce #e-mail marketing #E-mail Marketing para E-commerce