O objetivo de uma loja é vender. Por mais que existam muitos outros objetivos envolvidos (divulgar novos produtos, fidelizar clientes), a venda é o que movimenta capital na empresa, garantindo o pagamento de funcionários, fornecedores e distribuidores, agilizando toda a operação.

Em uma loja física, quando o movimento de vendas está baixo é mais fácil identificar os possíveis erros, já que existe a possibilidade de ver o comportamento do consumidor ao vivo, identificando os pontos em que os vendedores podem melhorar a abordagem.

No entanto, em uma loja virtual o processo é um pouco mais complicado. Por que será que o cliente desistiu da compra justamente quando estava a apenas um passo de conclui-la? Qual será o motivo das pessoas acessarem seu site com frequência, mas comprarem muito pouco nele?

Essas são algumas das dúvidas mais ouvidas quando o tema é comércio eletrônico. E como muitos profissionais encontram diariamente esses mesmos problemas, selecionamos o artigo de hoje para oferecer valiosas dicas para seu site vender mais.

 

1. Ofereça a possibilidade de fechar uma compra em menos etapas

Em uma loja física normalmente a pessoa pergunta ao vendedor se há um produto específico. Caso sim, ela pede para vê-lo ou experimentá-lo. Por fim, passa no caixa para efetuar o pagamento. Ou seja: uma compra em três etapas.

Esse é o mesmo modelo que você deve seguir em seu site. Por isso, quanto menos oportunidades o consumidor tiver para ficar em dúvida, melhor. Tente, portanto, fechar a compra no menor tempo possível.

No seu e-commerce invista em:

  • Um mecanismo de busca eficiente, que mostre ao consumidor exatamente aquilo que ele busca.
  • Fotos bonitas e descrições objetivas. Isso faz com que o consumidor se certifique de que o produto é realmente o que ele precisa.
  • Etapa de pagamento descomplicada. Pagar pela internet deve ser tão fácil quanto passar o cartão em um estabelecimento qualquer.

 

2. Cadastro simplificado

Muitos E-commerces pecam porque obrigam o consumidor a fazer um cadastro completo, com nome, RG, CPF, endereço, estado civil, sexo, celular, etc, etc.

A dica é oferecer dois modelos: aquele em que você pede um o cadastro completo (o tradicional) e também a opção em que você pede apenas o e-mail, por onde você enviará uma senha temporária que permite que ele interaja com o e-commerce, crie listas de desejos e adicione produtos no carrinho, bastando apenas o consumidor preencher o endereço da entrega.

 

3. Simplifique o layout das suas páginas

Quanto menos informações, melhor. Pense sempre nas páginas da sua loja online como se fossem uma vitrine. Se estão expostos vários produtos, todos amontoados e ainda ao lado de vários cartazes com letras garrafais, você fica confuso e vai embora, certo? No entanto, se uma decoração bonita foi feita e os produtos organizados com cuidado, perto de etiquetas que falam dos descontos de maneira inteligente, muito provavelmente você sentirá vontade de entrar na loja.

O mesmo vale para seu site. A dica aqui, portanto, é: mantenha nas páginas de venda apenas o que for facilitar a venda. Se algum botão, link, imagem ou texto não está ajudando o consumidor a efetivar a compra, não tenha dúvidas: elimine esse(s) elemento(s).

Essa é a primeira parte do artigo dicas para sua loja online vender mais. Se você gostou do conteúdo e deseja se aprofundar, não perca a segunda parte desse material, que irá falar sobre a importância dos certificados e garantias, o uso correto do texto em botões de compra e a importância da constante melhoria e monitoramento da experiência do usuário.

A Labbo traz esse conteúdo até você para que conte com novas possibilidades e aumente o rendimento das suas operações. Estamos prontos para ajudar você, com soluções personalizadas para o seu negócio. Saiba mais sobre a Labbo Commerce e entre em contato.

#Comércio Eletrônico #E-Commerce #Labbo #Labbo Commerce #LabboCommerce #loja online #loja online vender mais