Se você está planejando abrir uma loja virtual, precisa saber como funciona a logística de frete para e-commerces.

Há alguns anos, quando a internet ainda não era popular, os únicos problemas de frete que aconteciam eram aqueles relacionados a produtos de grande porte, como eletrodomésticos ou móveis. Os incômodos giravam em torno de prazos não cumpridos ou avarias nos produtos, problemas que eram resolvidos com relativa facilidade, já que bastava volta à loja e reclamar com o gerente.

No entanto, esse cenário mudou com o acesso em massa à internet e – principalmente – com o surgimento dos E-commerces. Esse fato possibilitou que os consumidores fizessem as compras sem sair de casa, recebendo no próprio lar as mercadorias pedidas. Mas seria essa uma grande vantagem ou um perigoso problema?

Para o comprador, com certeza é uma grande vantagem. Mas para o dono do E-commerce, uma possível dor de cabeça. Escolhemos, portanto, esse artigo para elucidar as maiores dúvidas acerca de frete e E-commerce, oferecendo importantes diretrizes tanto para iniciantes na área como para veteranos. Boa leitura.
 

1. Frete grátis: quando e por que oferecer
Se duas lojas de confiança oferecem exatamente o mesmo produto, pelo mesmo preço, mas uma oferece frete grátis e a outra não, qual você escolheria? Pois bem, a resposta é fácil, porque o cliente está sempre em busca de vantagens.

No entanto, planeje e calcule muito bem a questão do frete no seu orçamento. Por exemplo: se um produto seu custa R$ 15,00 e o custo para enviá-lo até o consumidor que o comprou é R$ 20,00, você arcará com um prejuízo ao fim operação.

A orientação é, portanto, escolher momentos especiais ou criar promoções que envolvam frete grátis. Você pode oferecer, por exemplo: Frete grátis no Dia dos Pais (quando o ticket médio é maior e compensa dar ao consumidor essa vantagem) ou Frete grátis nas compras acima de R$ X, estimulando as pessoas a comprarem mais para não ter que pagar pelo transporte.
 

2. Fidelize a partir do frete
O frete não é apenas uma entrega. É a mais importante etapa no relacionamento com o consumidor. Qual é o seu sentimento quando algum amigo promete algo a você e não cumpre? Essa é a mesma sensação que as pessoas têm quando as empresas não atendem o prazo de entrega.

Portanto, lembre-se: entregar o produto certo e no prazo estipulado não é nenhum diferencial: é obrigação. Até mesmo porque se ocorrer algum problema com a entrega toda internet ficará sabendo, a partir de reclamações no seu próprio site, no Facebook, em blogs ou em páginas como Reclame Aqui.

Capriche, portanto, no frete. Se essa etapa for bem executada, o cliente ficará satisfeito e com certeza voltará a sua loja.
 

3. O frete como canal de comunicação
Se você está entregando o produto, é porque já conquistou o cliente. Aproveite então essa oportunidade especial. Crie promoções exclusivas apenas para quem comprou um produto seu. A mecânica é simples: coloque dentro da embalagem um panfleto, sinalizando que a pessoa ganhou um desconto especial, válido para uma nova compra. O segredo aqui é estipular um prazo para a nova compra, sendo o ideal de 48 horas a cinco dias.

E, se a pessoa não usar o desconto, existe a chance de que ela o repasse a alguém, ajudando você a conquistar um novo cliente.

 

O frete é, portanto, mais que entrega. É relacionamento, oportunidade de fidelização e canal de comunicação. Se você ficou interessado e quer conhecer mais sobre estratégias de E-commerce, contate a Labbo e descubra como potencializar o seu negócio a partir de planos criados sob medida para você, conheça o Labbo Commerce.

 

#E-Commerce #frete #frete para e-commerce #Labbo #Labbo Commerce #loja online #loja virtual