O bom professor é aquele que possui uma didática capaz de despertar o interesse do aluno, mantendo-o sempre motivado a aprender a lição do dia, sabendo que esse aprendizado de hoje será a base para o entendimento do conteúdo de amanhã, que será ainda mais interessante.

Veja, por exemplo, como faz um professor de piano. A primeira lição que ele dá a um aluno é extremamente complexa e difícil, como uma das peças de Bach? Não, o professor ensina o solfejo e o nome das notas, fazendo com o que o aluno assimile os sons e decore os nomes. O estudante sabe que esse passo é essencial para que – no futuro – toque Bach, se assim desejar.

Esse contexto é muito importante para o entendimento do assunto de hoje. Uma das dúvidas mais frequentes em marketing digital é: como fidelizar o consumidor, fazendo com que ele confie na minha empresa e escolha os meus produtos/serviços, e não os do concorrente?

Para ajudar a resolver essa questão preparamos o artigo de hoje, adiantando o ponto que concentra a solução: E-books. O que eles têm a ver com o que citamos no parágrafo anterior? Tudo. Sugerimos então que acompanhe a lista a seguir, para entender a importância dos E-books no Marketing de Conteúdo.
 

1. A geração de conteúdo permite segmentar o seu público
Conteúdo específico atrai pessoas específicas. Portanto, ao criar um “livro virtual”, ou E-book, seja específico. Escolha temas que atraem o público, por ser justamente o que ele está em busca, da mesma maneira que o professor de piano cativa o aluno pelas músicas de sua preferência.  Assim, é preferível investir em títulos do tipo: “Uma introdução às fragrâncias francesas”, em vez de: “Os perfumes da França”.

Citamos esse título pensando em uma loja virtual de perfumes. Note que o título também ajuda a ver em que estágio está o consumidor. Esse título atrai pessoas que não estão familiarizadas com o produto (leigos). A partir desse raciocínio você poderá investir em informações que o façam sentir-se seguro o suficiente para fechar uma compra.

Ainda usando esse exemplo, outro título possível seria: “Edições especiais e raras de perfumes franceses”. Esse título já atrai um público mais experiente, que compra não apenas as fragrâncias mais básicas, mas que já está interessado em investir em criações mais sofisticadas dos perfumistas. Esse público já está muito próximo da compra e a estratégia seria investir em ações diretas de venda.

Não se esqueça: para que essa estratégia funcione, é importante ser obrigatório deixar o e-mail para fazer o download do E-book.
 

2. Se a estratégia for bem aplicada, você terá um mailing confiável.
Não é fácil encontrar informação de qualidade na internet. Por isso, quando o consumidor encontra algo que realmente o interessa, ele não quer perder essa fonte. Nesse caso, a tendência é que ele coloque um endereço de e-mail verdadeiro, e não um inventado (como acontece em muitos casos).

Ensinamento importante: na tela de cadastro de e-mail para fazer o download do E-book, coloque uma opção que permitirá no futuro a segmentação do público. No caso da loja de perfume, por exemplo, você poderia pedir para a pessoa marcar se é homem ou mulher. Essa informação ajuda – e muito – na conversão das vendas.
 

3. E-books não são commodities, ao contrário de produtos.
Qualquer pessoa pode revender perfumes na internet. Mas nenhuma delas pode vender confiança. Por isso, a única forma de adquirir a confiança do consumidor é conquistando-a. E como fazer isso? A partir da geração de conteúdo relevante para ele. O motivo é simples: quanto maior a confiança do consumidor em uma marca/empresa, mais seguro ele se sentirá para finalizar uma compra.

Siga essas dicas e verá como a criação de E-books traz retornos visíveis ao seu negócio. Separando o seu conhecimento em pequenas lições, assim como faz um professor de música, você verá como os visitantes do seu site retornam para aprender a cada dia um pouco mais.

Para se aprofundar no assunto, conte com nosso apoio. A Labbo é especialista em marketing digital e estratégias on-line. Nos vemos no próximo artigo!

#A importância dos E-books #A importância dos E-books no Marketing de Conteúdo #ebook marketing de conteúdo #marketing de conteúdo